Sistemas ERPs: o que são e por que sua empresa precisa de um? | Blog Banco Fiscal

23, Abril de 2020

Ingridy Oliveira

Ingridy Oliveira

Sistemas ERPs: o que são e por que sua empresa precisa de um?

Enterprise Resource Planning, ou ERP, é um sistema de gestão integrado que possibilita às empresas um melhor controle de processos e atividades internas. Por meio dele, é possível centralizar todas as informações de um negócio em uma plataforma única, o que garante mais fluidez ao fluxo de dados e também permite uma melhor comunicação entre as áreas da corporação. 

Porém, o que muitos não sabem é que as vantagens do ERP não param por aí. Existem muitos outros benefícios em se contar com um desses sistemas, e é por isso que nesse texto iremos explicar tudo o que se precisa saber acerca dos ERPs e também os motivos pelos quais toda empresa precisa ter o seu. Confira: 

PARA QUE SERVE UM ERP?

ERPs são sistemas versáteis, que podem beneficiar um negócio de diversas formas, mas é possível destacar algumas de suas principais utilidades: 

  • Controle financeiro - administração de contas a pagar e a receber, bem como entradas, saídas e custos. 

  • Gestão de vendas - monitoração de índices de faturamento, quantidade de negócios fechados, volume de estoque e de compras recebidas;

  • Gestão de pessoas - acompanhamento da produtividade das equipes e controle de dados trabalhistas;

  • Gestão de processos - simplificação de rotinas operacionais, integração de dados, eficiência no controle e cumprimento de prazos.

 

QUAL É A IMPORTÂNCIA DE UM ERP?

Muitas empresas contam com uma estrutura de múltiplos setores: Recursos Humanos, Finanças, Marketing & Vendas, etc. Imagine se cada um deles escolhe utilizar um software diferente para gerir seus dados e processos. A fragmentação dos dados certamente impossibilitaria uma boa comunicação entre as áreas do negócio, travaria o fluxo de compartilhamento de informações e, assim, prejudicaria o negócio, no todo. 

Nesse sentido, o propósito de um ERP é justamente promover uma integração de dados, a fim de que os gestores do negócio tenham mais agilidade e eficiência sobre os seus processos. 

COMO ELE FUNCIONA NA PRÁTICA?

Imagine que uma empresa recebeu uma encomenda a partir de seu site na internet. No exato momento em que a compra foi realizada, o ERP já registrou todos os dados dessa transação, como as informações pessoais do comprador, o produto comprado, o valor do item, a sua taxa tributária, etc. 

Com isso, todas as áreas da empresa que se relacionam com essa venda serão imediatamente avisadas: o financeiro, por exemplo, irá emitir a nota fiscal da compra; a contabilidade irá salvar os registros dessa venda para que ela seja devidamente declarada aos órgãos fiscalizadores; o setor de estoque irá separar o item e prepará-lo para o despacho; e o setor de transportes, por fim, irá se encarregar de levar aquele produto até a casa de seu comprador. 

É assim que um ERP funciona, integrando todas as rotinas do negócio para que a execução delas seja sempre ágil e eficiente. 

 

O QUE SÃO MÓDULOS?

Os sistemas ERPs são formados por uma série de módulos, que visam agrupar os processos de acordo com suas áreas. Os módulos mais comuns são:

  • financeiro;

  • faturamento;

  • recursos humanos;

  • contabilidade/fiscal;

  • compras;

  • estoque;

  • produção;

  • projetos.

Vale lembrar que, apesar desses serem os mais comuns, os softwares de ERP são sempre personalizáveis, podendo se ajustar de acordo com as necessidades de cada negócio. 

POR QUE AS EMPRESAS PRECISAM DE ERP? 

Para os negócios, contar com ERP pode significar muitas vantagens, em diversos níveis. 

No gerenciamento de tarefas, por exemplo, a empresa irá ganhar muito com a automatização de processos que esse sistema proporciona. Com estruturas mais simples e padronizadas, os colaboradores terão mais tempo para se dedicar a atividades menos repetitivas e burocráticas e ainda ganharão mais agilidade para cumprir suas demandas. 

Já no quesito financeiro, a integração entre os dados possibilitará uma melhor gestão dos recursos da empresa. Acompanhar o fluxo de custos e identificar gastos que podem ser evitados, ou mesmo cortados, será muito mais fácil, visto que todas as informações estarão dispostas de maneira clara e completa. Com isso, também será possível fazer um diagnóstico sobre a situação econômica do negócio, implementando, a partir dessa análise, medidas de economia que irão salvaguardar o seu caixa. 

E na área comercial, o ERP permitirá um total controle sobre os índices de venda da corporação, permitindo que o gestor dessa área possa verificar se suas estratégias de marketing têm dado resultado ou se precisam ser alteradas. Além disso, dados muito valiosos para esse setor também estarão disponíveis com muita facilidade, tais como: produtos mais vendidos, perfis dos principais compradores, ticket médio, etc. 

Mas, acima de tudo, o que um sistema ERP oferece de melhor a uma empresa é transparência e segurança. Centralizando os dados em uma única plataforma, toda os membros de uma organização terão mais confiança nos processos executados dentro do negócio, o que beneficiará o empreendimento, no todo. 

 

Fechar

Entre em contato.

Queremos ajudar a sua empresa a ir além cuidando de cada detalhe.

O e-mail foi enviado com sucesso.

Voltar para a página inicial

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

© 2017.
Todos os direitos reservados.

Fechar

Faça seu Cadastro

Preencha o formulário indicando os campos necessários para concluir o seu cadastro e ter acesso às ferramentas do Banco Fiscal.

   Dados Cadastrais

   Dados para Acesso

O seu cadastro foi realizado com sucesso.

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

Seu usuário ou senha estão incorretos.

Fechar

Faça seu Login

Insira seus dados no formulário abaixo para acessar o Painel de Arquivos.

Seu usuário ou senha estão incorretos.

  Voltar para Login

Recuperar Senha

Informe abaixo o seu e-mail para receber as intruções para recuperação do seu acesso.