3 dicas que vão te ajudar a escolher o melhor ERP para o seu negócio | Blog Banco Fiscal

16, Junho de 2020

Ingridy Oliveira

Ingridy Oliveira

3 dicas que vão te ajudar a escolher o melhor ERP para o seu negócio

Conforme já explicamos aqui no blog, ERPs são sistemas de gestão integrada que possibilitam às empresas um melhor controle de processos e atividades internas. Por meio deles, é possível centralizar todas as informações de um negócio em uma plataforma única e, assim, obter um fluxo de dados mais fluído e uma melhor comunicação entre as áreas da corporação. 

Contudo, os empreendedores ainda possuem muitas dúvidas quanto aos critérios que devem ser levados em conta na hora de se escolher um software como esse. Afinal, o que faz um bom ERP? Como saber se um sistema dispõe das ferramentas necessárias para aprimorar os processos de uma empresa?

E para responder a esses questionamentos, resolvemos compartilhar três valiosas dicas que vão lhe ajudar a escolher o melhor ERP para o seu negócio com praticidade e assertividade. Venha conferir: 

1. SAIBA O QUE A SUA EMPRESA PRECISA

“Para que meu negócio precisa de um software de gestão integrada?” é a pergunta que deverá guiar você no momento de escolher um ERP. Afinal, sem saber do que a sua precisa, será impossível encontrar o sistema ideal para ela. 

Digamos que você precise de um ERP que ofereça boas ferramentas de controle financeiro. Com essa necessidade em mente, a sua busca terá um foco claro. Você não perderá tempo analisando sistemas que não dispõem desse recurso e também não correrá o risco de adquirir uma plataforma que não suprirá as suas demandas.

Assim, procure fazer um levantamento de tudo o que seu negócio carece. Essas informações irão nortear a sua pesquisa de mercado e fazer com que identificar o melhor sistema seja uma tarefa muito mais simples. 

2. DELIMITE O SEU ORÇAMENTO

Tão importante quanto conhecer as necessidades de uma empresa é saber o quanto ela pode investir em melhorias — como adquirir um sistema ERP, por exemplo.

Imagine dedicar horas a fio à pesquisa de softwares de gestão integrada, se encantar com as funcionalidades de um modelo, mas, na hora decisiva, não poder finalizar o processo de contratação do serviço porque os valores estão muito além do que a sua empresa pode arcar. Certamente essa seria uma situação bastante desagradável. 

Por isso, trace um orçamento claro e preciso antes mesmo de começar a procurar por um ERP para o seu negócio. Essa definição funcionará como um filtro para a sua pesquisa, tornando-a mais simples e eficiente —  bem como evitará frustrações. 

3. ANALISANDO E COMPARANDO BENEFÍCIOS

Uma vez ciente das necessidades da empresa e do seu poder de investimento, você poderá se dedicar a uma análise mais técnica dos ERPs que encontrar em sua pesquisa de mercado. Na prática, isso significa realizar uma comparação entre o que a sua empresa precisa e as ferramentas que cada um dos sistemas disponíveis oferecem para ajudá-la nesse quesito. 

Digamos que o seu negócio tem uma demanda por recursos que aprimorem as rotinas do setor de recursos humanos. Em sua pesquisa, você descobriu o ‘Software A’ e o ‘Software B’ como boas alternativas para atender a essa necessidade. Para decidir entre os sistemas, você deverá fazer uma análise profunda, considerando fatores como:

> Usabilidade — os funcionários da empresa enfrentarão dificuldades em utilizar o sistema?

> Implantação — o sistema é de fácil implantação ou dependerá de grandes esforços e prazos para ser totalmente instalado?

> Compatibilidade — o software poderá ser integrado às demais ferramentas utilizadas pelo negócio?

> Segurança — os dados do negócio serão mantidos em segurança nesse software?

> Durabilidade — o sistema poderá ser atualizado ou logo se tornará obsoleto?

> Custo-benefício — o valor de contratação está compatível com a média do mercado e com o que é oferecido ou existem sistemas melhores que custam menos?

> Suporte — caso haja algum problema, a empresa que fornece o software conta com um suporte de qualidade e de fácil acesso?

Esses são apenas exemplos dos critérios que deverão ser levantados em conta na hora de analisar e comparar os recursos que um ERP oferece. É importante lembrar que existem muitos outros e que eles podem variar de acordo com as particularidades de cada negócio. Portanto, eleja todos os pontos que são importantes à sua empresa e, a partir deles, monte uma lista de prós e contras de forma objetiva. 

 

Gostou das nossas dicas? Então não pare por aqui! Explore o nosso blog e descubra outros conteúdos como esse. 

Fechar

Entre em contato.

Queremos ajudar a sua empresa a ir além cuidando de cada detalhe.

O e-mail foi enviado com sucesso.

Voltar para a página inicial

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

© 2017.
Todos os direitos reservados.

Fechar

Faça seu Cadastro

Preencha o formulário indicando os campos necessários para concluir o seu cadastro e ter acesso às ferramentas do Banco Fiscal.

   Dados Cadastrais

   Dados para Acesso

O seu cadastro foi realizado com sucesso.

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

Seu usuário ou senha estão incorretos.

Fechar

Faça seu Login

Insira seus dados no formulário abaixo para acessar o Painel de Arquivos.

Seu usuário ou senha estão incorretos.

  Voltar para Login

Recuperar Senha

Informe abaixo o seu e-mail para receber as intruções para recuperação do seu acesso.