Receita Federal dispensa a apresentação das informações sobre CPRB na EFD – Contribuições | Blog Banco Fiscal

11, Junho de 2019

Luciano Jacoby

Luciano Jacoby

Receita Federal dispensa a apresentação das informações sobre CPRB na EFD – Contribuições

Em 2011, através da promulgação da Lei 12.546/2011, o Governo Federal instituiu uma nova medida governamental voltada à desoneração da folha de pagamento das indústrias, bem como ao estímulo do crescimento de sua produção.

A desoneração consiste na substituição da base de incidência da contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamentos — prevista nos incisos I e III do artigo 22 da Lei 8.212/1991 —  por uma incidência sobre a receita bruta. Vale lembrar que essa contribuição social fora instituída primeiramente pela Medida Provisória 540, de 2 de agosto de 2011 — que depois converteu-se na Lei 12.546/2011.

Diante disso, a Receita Federal do Brasil divulgou a Instrução Normativa RFB nº 1.252/2012, onde estabeleceu a obrigatoriedade de escrituração da CPRB – Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, mensalmente, na EFD-Contribuições, cujos valores apurados são objeto de informação na DCTF.

Cinco anos depois, a Receita publicou uma nova normativa para alterar as de n° 971/2009 e 1.701/2017. A IN RFB 1.767/2017 estabeleceu como se daria o cumprimento das obrigações previdenciárias acessórias enquanto a implementação do e-Social estivesse em progresso. Esta normativa também trouxe adequação ao cronograma da entrada em produção da EFD-Reinf ao e-Social.

Dentre as principais alterações, podemos citar o §1º-D, que dispõe que as contribuições sociais previdenciárias passarão a ser recolhidas por meio do DARF - Documento de Arrecadação de Receitas Federais, gerado no sistema DCTFWeb — conforme disciplinado em ato específico da RFB.

Essa mudança ocorreu devido aos sistemas do EFD-Contribuições e EFD-Reinf serem integrados na mesma plataforma: o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED.

Por fim, com a publicação da Instrução Normativa RFB 1.876/2019, a Receita Federal dispensou a obrigatoriedade de escrituração da CPRB na EFD-Contribuições. Esta definição tem efeitos válidos aos fatos geradores ocorridos desde a data de instauração da antiga obrigatoriedade.

Para aqueles que precisem de mais esclarecimentos sobre o tema, o Banco Fiscal disponibiliza inteiramente a sua equipe de consultores altamente qualificada. Entre em contato conosco e saiba como poderemos lhe ajudar!

 
Fechar

Entre em contato.

Queremos ajudar a sua empresa a ir além cuidando de cada detalhe.

O e-mail foi enviado com sucesso.

Voltar para a página inicial

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

© 2017.
Todos os direitos reservados.

Fechar

Faça seu Cadastro

Preencha o formulário indicando os campos necessários para concluir o seu cadastro e ter acesso às ferramentas do Banco Fiscal.

   Dados Cadastrais

   Dados para Acesso

O seu cadastro foi realizado com sucesso.

Ocorreu um erro no envio.

Tentar novamente

Seu usuário ou senha estão incorretos.

Fechar

Faça seu Login

Insira seus dados no formulário abaixo para acessar o Painel de Arquivos.

Seu usuário ou senha estão incorretos.

  Voltar para Login

Recuperar Senha

Informe abaixo o seu e-mail para receber as intruções para recuperação do seu acesso.